quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Adriano Nunes no Auto de Sant'Ana 2009






Nossos artistas brilham em outros projetos eis as imagens da brilhante participação de Adriano Nunes no Auto de Sant'Ana 2009, vale a pena rever. Ao mesmo tempo, relembrando cobramos do governo do Estado um olhar diferenciado para as festividades de Sant'Ana em CURRAIS NOVOS

sábado, 24 de novembro de 2012

PERFORMANCE TERRA MÃE






Aconteceu na última terça feira a primeira apresentação do projeto Terra Mãe, idealizado por Paula Érica (Casarão de Poesia) e Zhumar de Nazaré, este último, currais-novense que reside hoje na região norte.
O projeto de arte, literatura e música, consiste numa performance poético-musical envolvendo as forças da nossa terra mãe baseando-se na essência nordestina e nortista evidenciando poetas e estéticas dentre os textos, estiveram obras de Paula Érica, Manuel Bandeira, Patativa do Assaré, Iara Carvalho, Zhumar de Nazaré, João Cabral de Melo Neto entre outros.
Destacamos a participação de dois integrantes da Cia Empório Dell'Arte neste projeto, trata-se de Adriano Nunes e Cris Flores que estão neste projeto juntamente com Paula Érica (casarão) e Raphael Fernandes (percucionista).
O espetáculo terá apresentação em Currais Novos ainda sem data prevista.
Todos aqueles que fazem a Cia Teatral Empório Dell'Arte parabenizam os envolvidos no projeto pela brilhante apresentação de estreia e desejam muita merda no decorrer da turnê que segue sem data marcada para término.

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Aniversário de 1 Ano

Foi um processo inigualável em se tratando do Empório Dell'Arte, nós construímos tudo com a ajuda de nós mesmos, trabalhamos quase um ano para que o resultado final pudesse ser apreciado por todos e eis que, um ano depois da estréia estamos todos aqui, vivos, pulsantes, felizes e atuantes o que é  primordial. "Contos, Cantos e Encantos do Reino de Palmerá" já completa um ano na estrada e estaremos comemorando isto com todos os nossos amigos, simpatizantes e colaboradores no próximo dia 16 de dezembro, um domingo. Estamos preparando uma programação especial para comemorarmos em grande estilo o primeiro aniversário deste espetáculo que foi pensado e produzido com muito carinho para circular por cinco anos. No começo, era apenas uma ideia, depois, uma ideia e um texto, depois um texto, várias ideias e vários corpos... Hoje somos seis corpos, onze personagens, um espetáculo e as plateias maravilhosas que tem se encantado e nos encantado neste mundo lindo do Reino de Palmerá. Quem ainda não conhece deve conhecer e quem já conhece, esteja à vontade para adentrar neste mundo encantado sem contraindicação, sem limites principalmente de idade, realmente uma peça para pessoas de 8 a 80 anos sem deixar de fora os menores de 8 que também tem se encantado com nosso Reino.

Estejam, desde já todos convidados a comemorar conosco o aniversário de um ano do nosso Reino. Quem adentra este reino nunca mais quer sair.




quarta-feira, 10 de outubro de 2012

terça-feira, 19 de junho de 2012

Contos, Cantos e Encantos do Reino de Palmerá em Cuité - PB


NA ESTRADA RUMO À CUITÉ


Em Cuité muito bem recepcionados pelo Maurílio Macedo - sec. de cultura







Conhecendo um pouco da cidade



Por do sol em Cuité 


Alongamento


camarim


Início do espetáculo


Segue o espetáculo







Ao final do espetáculo com Maurílio

Nosso muito obrigado a todos de Cuité, a prefeitura municipal na pessoa de Maurílio Macêdo e aos amigos do Ponto de Cultura "Portadores de Eficiência"  agradecemos também à prefeitura Municipal de Currais Novos na pessoa de Paula Edilma que viabilizou nosso transporte até Cuité

quarta-feira, 13 de junho de 2012

NA ESTRADA



ESTAREMOS DOMINGO EM CUITÉ NA PB A, ATENÇÃO AMANTES DA BOA ARTE DA CIDADE CUITÉ VAMOS LÁ

segunda-feira, 4 de junho de 2012

Khystal por Théo Alves

Khrystal: Dona do Ritmo, Senhora do Palco
Dizer que o mundo é enorme e também ínfimo seria o começo da maioria dos meus textos, se alguma preocupação estética não me rondasse as letras. E seria assim, sobretudo, porque me parece cada vez mais
verdade, especialmente quando se trata do meu encantamento com a música da cantora potiguar Khrystal.
Digo isso porque o mundo é mesmo ínfimo: no tocante à música, há gente fazendo trabalhos espetaculares em todos os cantos do mundo, também em todos os confins brasileiros. Ninguém precisa mais ser refém do que
toca nas rádios ou na tevê para ouvir boa música. Nestes últimos tempos tenho me dedicado muito a bandas e músicos pouco conhecidos, mas de grande talento, o que me levou à musicalidade pernambucana, por exemplo: Siba, Tibério Azul, Júnio Barreto, Eddie, Igor de Carvalho e tantos outros; à psicodelia gaúcha de Bonifrate; às novidades do Sudeste como Cícero, Pélico e Silva; entre tantas outras coisas. E todos esses encontros tiveram em comum a minha casa, meu trabalho, o computador, fones de ouvido, etc., como se tudo isso estivesse ali no
quintal.
Mas o mundo é também enorme. Tanto que demorei muito mais do que deveria para ver/ouvir quem estava à minha porta. Já ouvira falarem sobre Khrystal inúmeras vezes, de sua música, de sua presença. No entanto, as miudezas dos dias, do trabalho, da correria, da displicência, do acaso e de outras forças quaisquer não me permitiram alcançá-la. O momento crucial para decidir encontrar a música dessa singularíssima cantora foi sua primeira apresentação mágica no Teatro Avoante, em Currais Novos, quando ela fez a abertura para Kátia de
França. Não pude ir ao show, mais um desencontro. No entanto, foram tantos os depoimentos de emoção, beleza, graça e outros tantos adjetivos de gente em quem confio plenamente pelo apurado gosto musical que finalmente compreendi: era hora de encontrá-la, hora de ouvir Khrystal. Um amigo trouxe-me o disco Coisa de Preto, que Khrystal gravou já há algum tempo, com produção dela, Eduardo Pinheiro e Franklin Nogvaes, e
o resultado não poderia ser diferente: Khrystal é impressionante, tanto pela qualidade de sua voz quanto pela escolha do que canta e pelo ar contemporâneo que deu à música tradicional, como os cocos. No disco estão composições que vão de Chico César a Elino Julião, passando por Guinga – que também faz duas lindas participações como violonista – e Aldir Blanc. O disco é coeso, sempre em alto nível, mas algumas faixas sobressaem com ainda mais força, o caso de “Sem Ganzá Não É Coco”, de Chico César; “Coco do M”, de Zé do Brejo e Jacinto Silva; e a quentíssima “Forró da Coreia”, de Elino Julião e Oliveira Batista. Nessas faixas Khrystal areja a musicalidade do coco e do folclore nordestino. Mas, que fique claro: não se trata de um disco de
música folclórica: Coisa de Preto é um disco contemporâneo, que flerta com o pop e até com o blues, mas sem abandonar o tempero local. Aliás, é isso o que o torna único: sua forma de lidar com a tradição sem se tornar escravo dela ou rechaçá-la. Uma coisa é certa: ouvir Khrystal é uma experiência mais que interessante: é confortante, é de dar orgulho e é extremamente prazerosa. Música para ouvir, para sentir, pensar e dançar: Música. No entanto, é preciso ver Khrystal subir ao palco para compreendê-la em toda sua dimensão, porque o palco é sua casa e o público é seu séquito. E tive a chance de o fazer em pleno Teatro Avoante, em Currais Novos, que vi ser construído por João Antônio – da maneira mais visceral que se pode utilizar para erguer uma “casa” – onde ela havia se apresentado antes: um lugar que respira cultura e ousadia. Antes de Khrystal aparecer, o poeta Antônio Francisco, certamente um dos maiores cordelistas vivos deste país, abriu caminho com seus versos. A moça entra em cena como o vento nordeste e arrasta o que está pela frente: flerta com seu público e o seduz, mexe com suas emoções e faz com que seus expectadores venham comer em sua mão “Você vai comer na minha mão se lambuzar e lamber o prato”, de Comer na Mão, de Chico César). A energia de Khrystal é grandiosa e flui por cada centímetro de plateia, que a assiste e pactua com ela, que dança, atua, brilha (natural para quem carrega esse nome) e faz se erguer quem a contempla.
“Comer na Mão e Quero Ganzá”, de Chico César, um par de canções de Flávio José e outras de Elino Julião põem fogo por onde Khrystal dança. “Sete Cantigas Para Voar”, de Vital Farias, garante um tom sublime que nos permite compreender a delicadeza guardada sob a força de sua voz, numa apresentação de momentos grandiosos. Apoiada por uma banda afinadíssima e que compactua do mesmo transe em que a cantora se
encontra – em poucos lugares pode-se ter a oportunidade de ouvir um baterista e um percussionista tão bons tocando juntos – o público a cativa e recebe de volta o carinho. 
Khrystal brilha, reluz, transparece e outros trocadilhos que seu nome permite e justifica. Ouvi-la e vê-la são uma experiência verdadeiramente fabulosa para quem gosta de música, para quem espera da tradição nordestina algo mais que uma leitura anacrônica do universo. Neste show, batizado “Caldeirão dos Mitos”, em que
homenageia Luiz Gonzaga, é possível perceber uma música nordestina revisitada, reinventada, mas cuja essência está lá guardada, transcendente. Luiz Gonzaga certamente agradece e nós, público mesmerizado pela fortíssima presença de Khrystal, louvamos.

Théo Alves"

domingo, 27 de maio de 2012

Khrystal de volta a Currais Novos


Atenção amantes da boa música, a cantora Khrystal volta a Currais Novos com seu novo show entitulado C aldeirão de Mitos neste sábado no espaço Avoante de Cultura, vale a pena conferir

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Atenção admiradores da arte do teatro e do Empório Dell'Arte. Estamos com data marcada para o início das apresentações do nosso atual espetáculo em Currais Novos, no cartaz as informações. Os ingressos antecipados custarão R$ 10,00 inteira e R$ 5,00 estudante e serão vendidos na Água de Cheiro!

APOIO CULTURAL: 95 FM , Sidys TV a Cabo, Grupo CN Agitos, Associação Avoante de Cultura

ESPERAMOS TODOS VOCÊS LÁ!

quarta-feira, 25 de abril de 2012


INFORMAÇÕES AUTO DE SANT´ANA 2010

Amigos, o contador da Associação União do Sobrado está organizando o processo para o pagamento do Auto de Sant´Ana 2010 junto ao setor de contabilidade da Fundação José Auguto.. Não é tão simples assim! Se a Associação não pagar e prestar contas dentro dos padrões exigidos, ficaremos impossibilitados de participar de outros editas culturais. A produção junto a Associação está agilizando para que o pagamento saia o mais rápido possível, esperamos que isso aconteça até o final do mês. Todos nós temos interesses pessoais, financeiros e desejamos terminar logo esse processo. Quanto a boatos sobre o pagamento, são apenas boatos!

FONTE: Blog Alexandre Muniz 

terça-feira, 24 de abril de 2012

O valor do ingresso!


Dedicamos horas ensaiando, decorando textos, correndo atrás de patrocínios e financiamentos para zerar as despesas com o espetáculo; Um profissional cria o figurino, outro executa (costura), alguém concebe todo o espetáculo, pensa em cada detalhe, em cada cena e na forma que esta cena deve ser apresentada, alguém pensa a luz para criar o clima para que aquela cena provoque a reação desejada, outro pensa no som, na música daquele momento, daquele espetáculo, outro artista assina o cenário; concebe e muitas vezes executa-o também. E assim são horas dedicadas a pensar, executar e ensaiar e se vai um mês, dois, três e se passa um ano de dedicação. Quando o espetáculo está "pronto" é preciso divulgar, vender os ingressos, convidar o público e concorrer com a banda de forró mistura de alguma coisa que faz show daqui a uma semana (mas os impactos do estrago já são sentidos uma semana antes) e pronto, dia dá estréia, alguém precisa montar o cenário, a luz, revisar os figurinos, outra pessoa precisa estar na bilheteria, alguém pra receber o público e os artistas vão aquecer, alongar, fazer a maquiagem e vestir o figurino. Abre-se a cortina e você recebe, de uma só vez, toda energia acumulada ao longo de todo este processo descrito acima.
Portanto, da próxima vez que perguntar o valor do ingresso, lembre-se de tudo que o espetáculo precisou para ficar pronto. O valor é imensurável e dificilmente os artistas vão usar frases do tipo: Levante a mão quem for corno ou quem for periguete e você sairá do teatro sem ressaca física ou moral. A arte não tem preço quanto mais quando é feita com amor e respeito ao público. Pense nisso


sexta-feira, 20 de abril de 2012

Reino de Palmerá em Maio em Cartaz!

Apenas nos ajustes finais e decisão da data para início da turnê 2012 do Reino de Palmerá, como todos os que acompanham o blog já devem saber, tivemos que fazer uma substituição de uma atriz que deixou o espetáculo este ano, o que atrasou um pouco a confirmação da nossa agenda, mas em breve estaremos divulgando as datas para que todos possam ver  nosso Reino. Tá tudo muito bacana, algumas coisas permaneceram como na primeira temporada mas aproveitamos o fato de termos que reensaiar as cenas para modificar outras coisas, Então mesmo quem já viu deve ir assistir de novo e se encantar com o Reino de Palmerá em 2012!

ABRAÇOS A TODOS E ATÉ BREVE!

sexta-feira, 30 de março de 2012

O Dia do teatro (por João Antônio)

Ninguém melhor que João Antonio conseguiu transformar em palavras e expor imagens que nos trouxessem a emoção de reviver o momento  mágico que foi a comemoração do dia mundial do teatro no espaço avoante... eis o registro feito pelo nosso companheiro João:

TEATRO: RESISTÊNCIA E TRANSFORMAÇÃO
(TEMA ESCOLHIDO PARA A COMEMORAÇÃO DO DIA DO TEATRO)


Esquete do Grupo Avoante de Teatro em frente ao teatro municipal que se encontra com a construção paralisada.
A Associação Avoante de Cultura, a Associação Curraisnovense de Música e Cia de Teatro Empório Dell’Arte promoveram o dia mundial do teatro. A festividade começou com palestra às 15h no Espaço Avoante de Cultura, que abordou o tema “Teatro: das Cavernas aos Dias Atuais” proferida pela atriz, professora do IFRN campus central de Natal e pesquisadora Marinalva Moura. Às 19h, em frente ao teatro municipal que se encontra com a construção paralisada, aconteceu uma performance teatral intitulada  “Avacá, o Mundo do Pensamento Azul”. O texto reportava à mudança de governo em que o pensamento colorido, representando a pluralidade da diversidade das cores-ideias, era substituído pelo azul que obrigava a todos seguirem os preceitos dessa cor. Como conseqüência dessa imposição arbitrária, a personagem Liberdade é aprisionada e levada em cortejo para ser libertada ao chegar no Espaço Avoante de Cultura. A chegada do cortejo foi triunfal, adentrando por entre os presentes, casa lotada, sob aplausos e alegria contagiante, subindo ao palco para proceder a libertação da Liberdade. Agora livre da imposição arbitrária que constrangia a liberdade criativa, a partir de então, seguiu-se a programação com a apresentação da  Cia de Teatro Empório Dell’Arte, Grupo Cordel do Pau Quebrado, Casarão de Poesia e Grupo Caçuá de Mamulengo, um painel da produção local o qual não faltou elogio a qualidade da produção pelos presentes que apreciaram o dia mundial do teatro. 

Abertura da programação do dia mundial do teatro: Palestra proferida pela atriz, professora do IFRN de Natal e pesquisadora Marinalva Moura.
Marinalva Moura instrui os presentes para o dia do teatro que se inicia.
 Performance teatral em frente ao teatro público em construção
Personagem Colorix Libertino dá-se conta que perdeu o poder e que o cordão azul se aproxima para assumir o poder.
Personagem Generaldo Azulante toma posse do poder e expulsa Colorix Libertino
  
Generaldo atrai seu assistente Moscazul expondo seu pensamento para em seguida tomar as primeiras providências do novo governo.

Moscazul leva a personagem Liberdade a presença de Generaldo Azulante.
Personagem Liberdade é aprisionada pelo azul dominador sob o protesto de todos.

Entre os presentes, Charlie Chaplin que se materializa abrilhantando momento.
O cortejo dos anos em prol da liberdade dá-se início. Ao centro Grupo Casarão, o ator Jack na perna de pau e o artista plástico Paulo Herôncio na percussão conspiram para salvar a personagem Liberdade.
O vereador Odom e artista plástico Rafhael Fernandes, no primeiro plano, aliam-se em prol da libertação da Liberdade.

O cortejo segue seu curso em direção ao palco.

A multidão atenta assiste o inevitável.
A comunidade artística e populares libertam a Liberdade, permitindo a criação.

O poeta Wescley Gama do Grupo Casarão de Poesia imanta o espaço ao fazer homenagem ao centenário de Luíz Gonzaga, o Rei do Baião, dando início, assim, as apresentações artísticas.
A partir da liberdade dá-se a criação e a resistência a opressão. Apresentação  do Empório Dell'Arte


Apresentação do Grupo Cordel do Pau Quebrado.


Grupo Casarão.

Grupo Caçuá de Mamulengo.


QUEREMOS AGRADECER AO APOIO DA GRANJA SÃO SEBASTIÃO NA PESSOA DE VILTON CUNHA, LOURAGÁS, O MANDATO DO VEREADOR ODON JÚNIOR E O CAIC. AGRADECEMOS TAMBÉM A MÍDIA LOCAL QUE TEM SEMPRE NOS AJUDADO A DIVULGAR OS EVENTOS E ATIVIDADES QUE DESENVOLVEMOS: SIDY'S TV A CABO, TV COM-TV COMUNITÁRIA, RPTV-REDE POTIGUAR DE TELEVISÃO, TV CÂMARA, TV CRISTO REI, GRUPO CN AGITOS, RÁDIO 95 FM, RÁDIO ANTENA 3 FM, RÁDIO CURRAIS NOVOS, RÁDIO OURO BRANCO, BLOG DO VLAUDEY LIBERATO. EM ESPECIAL AGRADECER AOS OUSADOS E DESTEMIDOS PARTICIPANTES DO CORTEJO, AOS GRUPOS CASARÃO DE POESIA, CORDEL DO PAU QUEBRADO E CAÇUÁ DE MAMULENGO QUE JUNTO CONOSCO SOLIDARIZAM-SE À PAUTA DE LUTA POR DIAS MELHORES E A PLATEIA MARAVILHOSA QUE LOTOU AS DEPENDÊNCIAS DO ESPAÇO AVOANTE DE CULTURA!

quinta-feira, 22 de março de 2012

Dia do teatro



Contamos com a participação de toda a comunidade nesta programação que foi cuidadosamente pensada para comemorarmos e também reivindicarmos políticas culturais de manutenção e fomento à atividade teatral.

quarta-feira, 14 de março de 2012

Dia da Poesia no Casarão



DIA DA POESIA 2012
Africanidades
CONVITE
O Grupo Casarão de Poesia convida Vossa Senhoria para prestigiar a programação do Dia da Poesia em Currais Novos, que acontecerá no dia 14 de março de 2012.
PROGRAMAÇÃO
MANHÃ
08h às 11h – Poesia no Casarão – LOCAL: Casarão de Poesia
· Programação pré-agendada com a Escola Municipal Francisco Rosa, do Centro Integrado de Vivências Educacionais e da Escola Municipal Professor Humberto Gama
TARDE
14h30 às 17h30 – Debate sobre Africanidades – LOCAL: Auditório do IFRN (debate aberto ao público)
Participantes do debate:
· Luiz Assunção – Antropólogo, pesquisador e professor da UFRN
· Eidson Miguel – Mestrando em Literatura e Interculturalidade
· Amarino Queiroz – Doutor em Teoria da Literatura e professor da UFRN
NOITE
19h às 22h – Noite de Poesia – LOCAL: Casarão de Poesia (recital aberto ao público)
· Homenagem a Castro Alves e ao Centenário de Luiz Gonzaga
· Exibição de vídeo-poema
· Recitais poéticos
· Apresentação do músico Allan Nascimento
· Apresentação do Grupo Casarão de Poesia
· Sorteios de livros de poesia e camisetas grafitadas

segunda-feira, 5 de março de 2012

A Última Gota de Absinto

Quem estreia neste sábado em grande estilo é a nossa queridíssima dramaturga e atriz: Cláudia Magalhães. "A Última Gota de Absinto" é uma adaptação do conto "A Dama da Noite" de Caio Fernando Abreu. Vale a pena conferir o desempenho desta fabulosa atriz com direção musical de Eduardo Tawfic e direção geral de Júnior D'Alberto, neste sábado em única apresentação no TAM (Teatro Alberto Maranhão) a partir das 20:30

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

COMEÇOU O ANO

Há quem diga que o ano acabou de começar, bem, estamos no mesmo ritmo de ensaios de antes do carnaval e hoje estaremos juntos mais uma vez. estamos um bocado ansiosos sem saber o que vai dar quanto ao BNB, já que fomos habilitados na primeira fase, porém o DVD do espetáculo não ficou pronto a tempo de ser enviado e o projeto foi sem maiores detalhes sobre o espetáculo! BNB à parte estamos correndo atras de bons resultados no espetáculo e estamos num ritmo acelerado para em março estarmos prontos para as plateias novamente. abraços a todos e até a próxima

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Estamos ansiosos para cair na estrada em 2012. Esperamos levar o nosso trabalho aos mais diversos lugares dentro e fora do RN. O espetáculo está sendo reformulado e deverá estar novamente em circulação a partir de março, faremos mais uma temporada em Currais Novos e em seguida partiremos. Se você deseja nos ver em sua cidade clique na guia contato e leve a Cia Empório Dell'Arte com seu mais novo espetáculo: Contos Cantos e Encantos do Reino de Palmerá

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

As Flores do nosso caminho

Aí está a nova integrante do processo Contos, Cantos e Encantos do Reino de Palmerá, Cris Flores tem no seu currículo práticas importantes de teatro, música e dança. É praticante da Dança do ventre, Zouk e outras danças de salão, além de ser atriz de um projeto da associação Avoante baseado em "Os Brutos" de José Bezerra Gomes. Apresentou-se recentemente (final de 2011) num show de Khrystal e Cátia de França no Espaço Avoante de Cultura onde cantou músicas de Cátia de França junto com Zhumar de Nazaré, Allan e o pessoal do Casarão. Estamos felizes por ela ter aceito o nosso convite e queremos também agradecer a João Antônio, da Associação Avoante, que proporcionou a participação da Cris no nosso trabalho. Os ensaios e encontros da Cia Empório seguem na sua normalidade sempre as segundas, quartas e agora sextas no espaço Avoante de Cultura. Em breve estaremos divulgando as datas e locais de apresentação para o primeiro semestre de 2012.

"Eis as flores do nosso caminho."

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Com um mix de tristeza e alegria informamos que a atriz Carla Iara não mais faz parte do espetáculo Contos, Cantos e Encantos do Reino de Palmerá. A atriz Carla Iara era a mais nova integrante do processo e havia sido convidada no início de 2011 para integrar o espetáculo da companhia no papel da princesa Mariana ao lado de Manoel Netto que defende o papel de Infelizia das Costas Ocas. Em virtude de sua aprovação no vestibular ficou inviável a participação da atriz nos ensaios e atividades da companhia. Queremos aqui deixar o desejo de sucesso na nova caminhada e manifestar o prazer de termos compartilhado nossa turnê 2011 juntos. Algumas atrizes estão sendo convidadas a assumirem o papel e estamos em fase de testes e ajustes para a turnê 2012 que começará em março.

Carla Iara No Reino de Palmerá